top of page

A CRUCIFICAÇÃO E O FIM DOS ÍDOLOS

Naquele dia – oráculo do Senhor, – exterminarei da terra até os nomes dos ídolos: não se falará mais deles; expulsarei os falsos profetas e todo espírito impuro. Zacarias 13,2.

IDOLATRIA é formada por duas palavras grega: “eidolon” (ídolos) e “latreia” (adoração). Que significa “ADORAÇÃO AOS ÍDOLOS”

Desse modo o ÍDOLO passa a ser adorado. Num sentindo mais amplo, indica que algo acabou ocupando o lugar de Deus em nosso CORAÇÃO.

Os SANTOS NÃO TEM nada a ver com ídolos. – SANTOS são obras de Deus: Ex 31,13: “EU SOU o Senhor que VOS SANTIFICO.” – IDOLOS ”eidolon” são deuses, (Sl 135:15)

Todo católicos distinguem claramente entre culto de ADORAÇÃO, que prestamos somente a DEUS, nosso Criador e Redentor. E VENERAÇÃO, que implica apenas: respeito, admiração, imitação, amor, AOS SANTOS. Adoração É DIFERENTE de veneração

ADORAÇÃO do grego “LATRIA” exige AMOR EXTREMO, EXCESSIVO, é o CULTO prestado somente a uma DIVINDADE. Mt 4,10:”[…]ADORARÁS O SENHOR TEU DEUS, e só a ele servirás (Dt 6,13).” do latim “adorabis”

Já VENERAÇÃO do grego “Dulia” SIGNIFICA, HONRA, amor, reverencia e RESPEITO.

É a honra que PRESTAMOS aos santos de Deus.

Rm 2,10: “GLÓRIA, HONRA E PAZ para todo aquele que pratica o bem” Ef 1,15 “desde que soube da vossa fé no Senhor Jesus e do (VOSSO AMOR PARA COM TODOS OS SANTOS)”

0 visualização0 comentário
bottom of page