top of page

Cardeal Sarah ‘comemora’ seu aniversário no túmulo de João Paulo II

Hoje, 15 de junho, o cardeal guineo Robert Sarah faz 76 anos. O ex-prefeito da Congregação para o Culto Divino e a Disciplina dos Sacramentos queria celebrar seu aniversário diante do túmulo do santo Pontífice Polonês.

“Agradeço a todas as muitas mensagens que recebi hoje por ocasião do meu 76º aniversário. Reze muito por mim. Que Deus nos guarde”, escreveu o africano roxo em sua conta pessoal no Twitter.

Ao lado do texto, uma fotografia do cardeal ajoelhado diante do túmulo do Papa João Paulo II, que está localizado em uma capela lateral da Basílica de São Pedro.

Certamente, o cardeal deve manter uma afeição especial ao Pontífice polonês, já que o nomeou bispo com apenas 34 anos, em 1979, sendo o prelado mais jovem do mundo naquela época.

Je remercie chacun pour les nombreux messages que je reçois aujourd’hui à l’occasion de mon soixante-seizième anniversaire. Priez beaucoup pour moi. Que Dieu nous garde. +RS pic.twitter.com/nKqKUn4ns6 — Cardinal R. Sarah (@Card_R_Sarah) June 15, 2021

Robert Sarah nasceu em 15 de junho de 1945 em Ourous, uma vila na Guiné. Após o ensino fundamental e médio, em 1957, ele foi forçado a deixar o país para continuar seus estudos no seminário menor de Bingerville, na Costa do Marfim.

Retornando à Guiné após a independência, em outubro de 1958, ele concluiu seus estudos no seminário menor de Dixinn. Quando a escola foi requisitada pelo governo guineês, ele teve que retornar à paróquia de Sainte Croix, em Kindia, para concluir seus estudos.

Ele foi ordenado padre em 20 de julho de 1969 e, pouco depois, foi enviado para Roma, onde obteve um diploma em teologia na Pontifícia Universidade Gregoriana, tendo enriquecido sua formação no Pontifício Instituto Bíblico. Após um período de estudo no Instituto Bíblico de Jerusalém (1971-1972), ele obteve uma licença nas escrituras sagradas.

Retornando à sua terra natal, foi nomeado pároco de Boké, onde permaneceu de 1974 a 1976 e mais tarde assumiu a reitoria do seminário menor João XXIII de Kindia.

Foi nomeado arcebispo metropolitano de Conakri em 13 de agosto de 1979, e foi consagrado em 8 de dezembro de 1979 pelo Cardeal Giovanni Benelli.

Em 1º de outubro de 2001, João Paulo II nomeou-o secretário da Congregação para a Evangelização dos Povos, cargo que ocupou por nove anos, até 7 de outubro de 2010, quando o Papa Bento XVI o nomeou presidente do Pontifício Conselho “Cor Unum”.

Criado cardeal por Bento XVI no consistório de 20 de novembro de 2010, sob o título de São João Bosco na Via Tuscolana, foi nomeado pelo Papa Francisco prefeito da Congregação para a Adoração Divina e da Disciplina dos Sacramentos em 23 de novembro de 2014, substituindo o cardeal espanhol Antonio Cañizares.

Em 20 de fevereiro de 2021, o Pontífice argentino aceitou sua renúncia por motivos de idade, tendo completado 75 anos oito meses antes. Em 3 de maio, Francisco o promoveu à Ordem dos Sacerdotes, tendo servido mais de 10 anos como cardeal.

0 visualização0 comentário

Posts Relacionados

Ver tudo

Comments


bottom of page