top of page

Cardeal Sarah: “O islamismo é um fanatismo monstruoso que deve ser combatido com força e deter

O islamismo é um fanatismo monstruoso que deve ser combatido com força e determinação. Isso não vai parar sua guerra. Infelizmente, nós, africanos, sabemos disso muito bem. Os bárbaros são sempre inimigos da paz. O Ocidente, hoje a França, deve entender isso. Vamos rezar”. Essa foi a reação do cardeal Robert Sarah ao ataque em Nice.

O cardeal africano usou seu perfil no Twitter para comentar sobre este último ataque islâmico, que resultou em três mortes em uma igreja na cidade de Côte d’Azur.

L’islamisme est un fanatisme monstrueux qui doit être combattu avec force et détermination. Il n’arrêtera pas sa guerre. Nous africains le savons hélas trop bien. Les barbares sont toujours les ennemis de la paix. L’Occident, aujourd’hui la France, doit le comprendre. Prions. +RS — Cardinal R. Sarah (@Card_R_Sarah) October 29, 2020

O Vaticano, por sua vez, comentou o ocorrido por meio do diretor da Sala Stampa da Santa Sé, Matteo Bruni. O porta-voz do Vaticano afirmou que estamos “em um momento de dor, um tempo de confusão”. “Terrorismo e violência não podem ser aceitos”, destacou.

“O ataque de hoje semeou a morte em um lugar de amor e consolação, como a casa do Senhor. O Papa está informado da situação e está próximo da comunidade católica que está de luto. Rezem pelas vítimas e pelos seus entes queridos, para que a violência cesse, para que se vejam como irmãos e não como inimigos, para que o querido povo francês possa reagir unido ao mal com o bem ”, comentou.

Je suis proche de la communauté catholique de #Nice, en deuil après l’attaque qui a semé la mort dans un lieu de prière et de consolation. Je prie pour les victimes, pour leurs familles et pour le bien-aimé peuple français, afin qu’il puisse réagir au mal par le bien. — Pape François (@Pontifex_fr) October 29, 2020

O bispo de Nice, André Marceau, fez uma declaração esta manhã na qual reconheceu ter conhecido “com grande emoção” a tragédia que “atinge” a comunidade católica da região.

“Enquanto escrevo estas linhas, parece que três pessoas foram vítimas de um abominável ato terrorista dentro das paredes e ao redor da Basílica de Notre Dame, dias após o assassinato selvagem do professor Samuel Paty”, escreve ele em referência ao assassinato de professor que mostrou as caricaturas de Muhammad.

«A minha tristeza é infinita como ser humano face ao que outros seres, chamados humanos, podem cometer», confessa o prelado, que anunciou que o encerramento de todas as igrejas de Nice foi tomado como medida «até segunda ordem».

O bispo garante a sua oração pelas vítimas, pelos seus entes queridos e pelas forças da ordem, assim como pelos “fiéis feridos na sua fé e esperança”. «Que o espírito de perdão de Cristo prevaleça face a estes atos bárbaros», conclui.

1 visualização0 comentário

Posts Relacionados

Ver tudo

Comments


bottom of page