top of page

Lc 8, 16-18

“Maravilhas o Senhor fez por nós”. Lc 8, 16-18

Como uma lâmpada, o discípulo deve estar onde a luminosidade de suas ações possa alcançar a maior quantidade de pessoas. Não devem guardar para si o tesouro precioso dos ensinamentos de Jesus, devem ser luz para o mundo.

Jesus recomenda que a Palavra não seja monopólio de um pequeno grupo, como uma seita. Deseja que a Palavra seja conhecida, amada, praticada e divulgada. Aquele que acende uma lâmpada é o primeiro a beneficiar-se de sua luz.

A Palavra não é propriedade privada: precisa servir a todos. Aquele que foi evangelizado, deve evangelizar os demais. A Palavra que liberta, não pode ficar oculta ou abafada: “A Palavra de Deus não está algemada” (2 Tm 2,9).

O discípulo deve iluminar e carregar a força do testemunho profético, sem se contaminar com exibicionismo, assim poderá beneficiar muitos para encontrar o caminho do seguimento de Jesus. O cristão é alguém a quem Cristo confia os outros irmãos: partilhar é nosso compromisso.

Aos discípulos e a nós Jesus recomenda abertura de coração para acolhermos sua mensagem em medida generosa. Quanto mais a pessoa se abre para Deus, tanto mais Deus se manifesta a ela. E se a pessoa é mesquinha e se retrai, mesmo assim Deus não se retira e nem deixa de se comunicar.

Rezemos: Senhor, que eu seja uma luz a iluminar, sendo um autêntico testemunho da Palavra em toda a parte e por todos os meios.







<a href="https://youtu.be/YQJUBCzOC6o"><img src="https://i.ytimg.com/vi/YQJUBCzOC6o/0.jpg" alt="" width="420" height="295" /></a>

Watch this video on YouTube.

1 visualização0 comentário

Posts Relacionados

Ver tudo

Comments


bottom of page