top of page

Streaming católico lança primeira produção internacional e terá meditações sobre Via Sacra gravadas

Filme original será lançado na Quarta-feira Santa e poderá ser assistido até por quem não assina a plataforma de streaming

Um documentário original, gravado na Terra Santa e que mostra de forma inédita o caminho que Jesus Cristo percorreu na Via Sacra. A Lumine — maior plataforma católica de streaming da América Latina — esteve em Jerusalém para gravar sua primeira produção internacional. O longa-metragem será exibido gratuitamente ao público, às 20h da quarta-feira da Semana Santa (5 de abril), em seu canal de YouTube, além de na própria plataforma.

“A Via Sacra”, que já conta com um trailer disponível, propõe aos fiéis percorrerem juntos cada passo de Jesus nos lugares onde Ele sofreu, a partir de um olhar contemplativo sobre o mistério salvífico. Com aproximadamente 80 minutos de duração, o filme é conduzido pelo Padre Lucas Mendes, que é reitor da Basílica Menor de Nossa Senhora das Dores, de Porto Alegre. O sacerdote percorre as 14 estações da Via Crúcis, andando pelas ruas da capital de Israel e propondo meditações com base nos textos de São Josemaria Escrivá.

A equipe da Lumine — que reuniu Gustavo Leite na direção, Bruno Dall’Alba na assistência de fotografia e Janaína Martins na produção — teve acesso a locais restritos e muito raros de serem registrados. É o caso da capela da terceira e da quarta estações, a que os peregrinos e o próprio guia que acompanhou os profissionais não costumam ter autorização para visitar. Com isso, foi possível obter imagens únicas.

“Essa produção original nos faz refletir sobre como esse lugar, durante todos esses séculos, possui o mesmo clima da época de Jesus. Imaginamos as pessoas nas ruas, com seus comércio, e o próprio Cristo caminhando por ali e carregando sua cruz no meio deles. É um olhar para a realidade, tanto física como espiritual. O espectador não vai só assistir a um filme: ele vai rezar e meditar a Via Sacra”, avalia Leite.

Uma ideia que veio dos próprios assinantes

De acordo com Matheus Bazzo, fundador da Lumine, a ideia de fazer um especial de Páscoa sobre a Via Sacra partiu do próprio público. Uma pesquisa foi realizada pelo serviço de vídeo sob demanda, e o resultado apontou uma carência de conteúdos relacionados ao tema que tivessem tanto profundidade como qualidade audiovisual.

Ele acrescenta que, mais do que falar sobre o futuro da Lumine, “Via Sacra” traduz a essência da marca. “Nossa missão é trazer a beleza, os valores católicos e os dramas humanos através do cinema. E isso tudo poderá ser visto em profundidade nesse filme. Ao mesmo tempo, tocamos em uma temática central dos valores católicos, que é a Paixão, a Morte e a Ressurreição de Nosso Senhor. E, permeando tudo isso, apresentamos aspectos muito concretos dos dramas dessa região, tanto pelas questões históricas como pela realidade dos nossos dias na Terra Santa”, diz.

Bazzo salienta que a plataforma católica de streaming já nasceu com uma vocação internacional, ao compreender que seu conteúdo não se restringe à população brasileira. “Nós queremos falar ao espírito humano e mostrar a beleza do catolicismo em toda a sua abrangência. Então, é absolutamente necessário e natural que a gente vá a outros países e mostre a presença da religião. Começamos pela Terra Santa, mas teremos mais produções no exterior pela frente”, afirma, antecipando que outras ocorrerão ainda em 2023.

Quaresma: eis o tempo de conversão

A Quaresma é o período mais importante do ano para católicos de todo o mundo. Pensando em proporcionar uma vivência mais intensa para os fiéis ao longo desses 40 dias, a Lumine preparou uma programação especial. Além de “A Via Sacra”, ela inclui o lançamento de outra produção original e a chegada de um sucesso nas bilheterias à plataforma de streaming, além de uma animação voltada ao público infantil.

Aberta a todo o público, inclusive não-assinantes, “Quaresma: onde a graça toca o tempo” está disponível no YouTube. Trata-se de uma meditação conduzida pelo padre Felipe Konzen, em que ele explica de forma catequética e poética o que representa essa tradição para os cristãos, abordando também sua simbologia e história. Na produção original da Lumine, o sacerdote reflete sobre as práticas quaresmais e traz à tona aspectos da Via Sacra.

Outro destaque da programação especial de Quaresma do serviço de streaming criado no Brasil é o filme “Purgatório”. O longa-metragem polonês é dirigido por Michał Kondrat, conhecido pela criação de “Duas Coroas” — que também faz parte do acervo da Lumine. “Purgatório” traz o assunto a partir de relatos de santos como Padre Pio de Pietrelcina e Santa Faustina Kowalska. O docudrama esteve poucos dias em exibição nos cinemas do país, ficando em quarto lugar em bilheteria, e foi diretamente para a plataforma, onde já é novamente fenômeno de audiência.

Dos adultos aos pequenos: seleção especial para chegada à Páscoa

Criado especificamente para as crianças, o “Burrinho do Rei” é uma produção original que integra o catálogo da Lumine Kids. Na animação, a Paixão de Cristo é retratada aos pequenos pelo animal que carregou Jesus em suas costas no Domingo de Ramos, tendo sua vida transformada. A história é contada de uma maneira lúdica e, ao mesmo tempo, profunda, reforçando valores e estimulando a reflexão.

Além dessas novidades, o serviço de vídeo sob demanda fez uma seleção especial para seus assinantes — reunindo todos os conteúdos que se relacionam com a Quaresma ou podem evocar sentimentos e provocações necessárias para viver bem o período. Nessa playlist, há títulos como “O Evangelho Segundo São Mateus”, “Domínio de Bárbaros”, “Renascer: as vidas transformadas por Padre Pio”, “O Grande Silêncio”, ao longo de outros filmes. Completam o acervo indicado pela Lumine: “A Vida Vale a Pena”, que traz uma série de vídeos do venerável Fulton Sheen, e a produção original “A Vida Interior”.

Evoluir na fé a partir do consumo de um bom conteúdo

Fundador da Lumine, Matheus Bazzo ressalta que a Quaresma propõe a penitência como um sentido de vida. “Não é apenas um período para se fazer jejum, mas para se meditar a respeito de tudo que estamos ingerindo. Não só o alimento, mas tudo que consumimos”, reflete.

Bazzo pontua que, hoje em dia, vivemos um comportamento vicioso nas redes sociais e nas plataformas de mídia. “Somos forçados a consumir, a ver, a interagir o tempo todo. A Quaresma é um convite para um afastamento, onde colocamos tudo isso em perspectiva”, defende.

Nesse sentido, segundo ele, ao ver filmes e séries com valores universais, qualquer pessoa é capaz de sentar para assistir a um dos conteúdos da Lumine e sair diferente. “Os bons filmes são capazes de despertar sentimentos de contrição, empatia, tristeza e alegria. E, em uma camada mais profunda, ativar propósitos de mudança de vida, proporcionar uma nova forma de ver o mundo e até mesmo transformar nossa postura diante das dificuldades”, conclui.

0 visualização0 comentário

Posts Relacionados

Ver tudo

Comments


bottom of page